Cãibra aguda associada ao exercício

Câimbras são contrações musculares involuntárias intensas caracterizadas, pela ativação de uma grande quantidade de unidades motoras com uma alta frequência de disparos. A cãibra aguda associada ao exercício (CAAE) vem sendo estuda há muitos anos e com isso surgiram algumas hipóteses. Portanto, CAAE está associado a uma TRIADE (perda de sódio, desidratação e fadiga) que é frequentemente relacionado ao surgimento deste quadro (Figura 1).

Figura 1.  Tríade da cãibra associada ao exercício

Embora diversos estudos apontem que o desequilíbrio eletrolítico esteja ligado a cãibra, poucos estudos verificaram se no momento da cãibra existia realmente este desequilíbrio e além disso, grande parte dos estudos não fizeram comparações com grupo controle (sujeitos com quantidades de eletrólito dentro da faixa de normalidade e sem cãibras). Poucos são os estudos que fizeram essa investigação e quando fizeram verificaram que no grupo dos sujeitos que tiveram as cãibras, as concentrações de eletrólitos não foram significativamente diferentes daquelas do grupo controle (sem cãibras) no momento CAAE.

As pequenas reduções nas concentrações de sódio relatadas nesses estudos estavam dentro da faixa normal e não apresentavam significado clínico o que dificultam associar a redução (perda de sódio) as CAAE. Neste mesmo sentido a desidratação estaria associada a CAAE, devido ao fato que a perda de líquido decorrente da sudorese, poderia gerar um aumento da osmolaridade plasmática e concomitantemente a CAAE (Imagem 2 ).

Imagem 2. Perda se sódio pelo suor e cãibra aguda associada ao exercício.

Embora existam algumas evidências de que osmolaridade e concentrações eletrólitos (principalmente hipocloremia, hiponatremia e hipocalcemia)  alterados possam causar cãibras musculares esqueléticas generalizadas em repouso em situações clínicas específicas esses resultados não são tão expressivos (argumentos conflitantes) quando se investigam os atletas.

Alguns estudos de coorte prospectiva mostram que atletas com CAAE não são hiponatrêmicos, hipoclorêmicos ou hipocalcêmicos e não apresentam alterações importantes na osmolaridade plasmática. Além disso, não há evidência de que atletas com histórico de CAAE apresentam maior concentração de sódio no suor. Vale ressaltar que a depleção de eletrólitos e desidratação é uma anormalidade que afetará todos os músculos esqueléticos do corpo (sistêmico) e em geral as CAAE observadas no esporte é localizada, o que dificulta as hipóteses da perda de sódio e desidratação.

Nos últimos anos diversos estudos demonstram aumento da incidência de cãibra durante exercício intenso e sustentado (fadiga). Dessa forma, parece existir uma relação direta entre a cãibra e  atividade do sistema nervoso central. Existem evidencias de que a cãibra pode ser causada por repetitivas exigências musculares (contrações), nestas condições (fadiga) ocorrem alterações na capacidade de ativação a e inibição da contração muscular, devido a um aumento da atividade dos fusos musculares e redução da atividade do Órgão Tendinoso de Golgi que fica evidente em condições de fadiga. Tal acontecimento aumenta a atividade do neurônio motor, condição que esta ligada ao surgimento da cãibra aguda induzida pelo exercício (Imagem 3).

Imagem 3. Mecanismos da cãibra aguda associada ao exercício.

Sendo assim, a prevenção da CAAE  descrita na literatura é variada e utiliza desde de o uso de suplementos alimentares, kinesio taping, massagem terapêutica, corretiva e exercícios que levem à melhoria da função de função muscular.

Com relação aos exercícios são sitados na literatura: alongamento e técnicas de relaxamento pós-isométricas (facilitação neuromuscular proprioceptiva – FNP) ,  exercícios pliométricos ou excêntricas. Além desses, também sugere-se alguns suplementos e alimentos para manutenção de uma boa oferta de eletrólitos para o organismo (quinino, mostarda e picles) e hidratação a adequada.

 

Referencias bibliográficas.

Ronald J. Maughan e Susan M. Shirrefs. Muscle Cramping During Exercise: Causes, Solutions, and Questions Remaining.

M P Schwellnus. Cause of Exercise Associated Muscle Cramps (EAMC) — altered neuromuscular control, dehydration or electrolyte depletion?

Dzenan Jahic e Edin Begic. Exercise-Associated Muscle CrampDoubts About the Cause.

Michael F. Bergeron. Muscle Cramps during Exercise V Is It Fatigue or Electrolyte Deficit?